Registro de Viagem

Porto Seguro 1º Dia – Na Estrada

Porto Seguro é um município situado no sul do estado da Bahia e compartilha, com os municípios vizinhos de Santa Cruz Cabrália e Prado, o privilégio de ser o local de chegada dos portugueses ao Brasil em 1500. O vilarejo que deu origem ao município de Porto Seguro foi fundado em 1535.

Possui uma população estimada em 145.431 habitantes e está tombado em quase sua totalidade pelo patrimônio histórico, não sendo permitida a construção de prédios altos (com mais de dois andares). É cortado pelo Rio Buranhém.

O clima é sempre quente no verão, com picos de 42 graus e ameno no inverno, com média de 25 graus e mínimas de 15 graus.Nos meses de julho e agosto, a probabilidade de chuvas é maior.

Fonte: Adaptação do Wikipédia

Resolvemos visitar a Bahia, estado de nascimento da Jô, mas não visitamos sua cidade natal que é Valença – BA, nós fomos para Porto Seguro, na “Costa do Descobrimento”.

No período em que estivemos em Porto Seguro, nós também visitamos Arraial d’Ajuda, Trancoso e passamos por Santa Cruz Cabrália que são vizinhos de Porto Seguro.

O período total de nossa viagem foi de 9 dias, nós partimos do Rio de Janeiro de Carro no dia 04/03/2011 chegando em Porto só no dia seguinte e retornamos no dia 12/03/2011 ao RJ. Fomos na época do carnaval.

Entramos no site da CVC e vimos quais hotéis estavam dentro de nosso orçamento para a data que escolhemos e vimos o Hotel Fênix que fica 1300 metros da centro, tem piscina e resolvemos então ir na loja da CVC no Norte Shopping aqui no Rio de Janeiro e fizemos a reserva no hotel na loja e não no site e para nossa surpresa na loja física o preço para 9 dias era o mesmo que o que vimos no site para 8 dias, ou seja, foi vantagem termos ido na loja física.

Em breve o review completo do Hotel Fênix.

Segue abaixo o Registro dia a dia de nossa Viagem.

1º Dia – 04/03/2011 – Na Estrada

Essa foi nossa primeira viagem longa de carro e me planejei bastante antes de irmos, usei o Google Earth traçando a rota da minha casa até o hotel e estava estimando 12 a 14 horas de viagem, que para mim – Richard – estava bom, afinal estávamos saindo do Rio de Janeiro com destino a Bahia de carro e não esperava menos que isso.

Felicidade total, chegou o dia da viagem, acordamos 4 da madrugada pois queríamos chegar com dia claro ou pelo menos finalzinho de tarde no Hotel, nossas malas já estavam prontas então tomamos nosso café e por volta de 4 e 20 da manhã partimos rumo a Bahia.

Chegamos na Ponte Rio-Niterói já por volta de 4 e 50 da manhã e ficamos surpresos com o movimento para o horário, achávamos que só teria agente na estrada.

Seguimos viagem tranquilamente pela Br-101, o dia foi amanhecendo e estava nublado, mas sem chuva, ainda bem.

Passamos por diversas cidades como São Gonçalo, Rio Bonito, Casimiro de Abreu e Campos dos Goytacazes, nesse ponto já eram 9 da manhã.

Seguimos por pouco mais de 1 hora e já chegamos na divisa dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, até aqui tudo como previsto, uma beleza, 10 e 25 da manhã estávamos atravessando a divisa.

Mais uma hora de estrada e avistamos o Morro do Frade, o tempo continuava fechado mas conseguimos ver mesmo assim.

Estava tudo lindo e tranquilo, pensamos: “Ah! Vai ser rápido umas 6 a 7 horas para atravessar o estado inteiro afinal são 462 km de br-101 neste estado, vai ser mole”.

LEDO ENGANO, a partir daqui começa nossa “Aventura por dentro desse estado”.

Apenas mais 45 minutos de feliz viagem até que começou a chover e os engarrafamentos intermináveis.

Depois desse ponto o trânsito fluiu bem até que chegamos num trecho de Perímetro Urbano da Br-101 que é duplicado, mas foi aí que parou de vez e ficamos mais 2 horas para percorrer um trecho de apenas 800 metros, comecei a me desesperar com o horário e vi todo meu planejamento ir por água abaixo.

O GPS marcava que faltavam 600 km até o hotel e previsão de chegada para 22:04 da noite e essa previsão só aumentava a cada minuto parado.

Quando finalmente estávamos chegando próximo do final do perímetro urbano onde tem um retorno na rodovia para seguirmos pela Br-101, este trecho estava em obras e uma confusão só até que um caminhoneiro de dentro de sua boleia estava aos berros avisando aos motoristas de carro que havia um “atalho” mais à frente por dentro da cidade e que saia lá na frente depois das obras, e seguimos o caminho indicado por ele e realmente tinha, era um trecho com subidas e com vários buracos, mas mesmo assim conseguimos passar tranquilo e saímos quase 1 km afrente das obras, graças a Deus que esse motorista estava dando essas dicas, senão seriam mais uma hora parados no mínimo. Infelizmente não registramos esse caminho pois já estávamos nervosos e cansados, mas para melhor entendimento eu peguei uma imagem do Google Earth para vocês verem.

Depois daí o trânsito melhorou, mas já era tarde demais para chegarmos com dia claro no hotel e não registramos mais nenhuma foto.
Mais algumas horas de viagem ainda no estado do Espírito Santo e ficamos parados em mais um engarrafamento e chovia um pouco até que nós chegamos ao motivo do engarrafamento, um acidente horrível que parecia ter pouco tempo de ocorrido e depois daí eu tirei o pé do acelerador fui bem lerdo pela estrada, levamos uma “eternidade” para atravessar todo o estado, achávamos que nunca ia chegar na Bahia e já era noite quando atravessamos a fronteira do Espírito Santo com a Bahia, e nesse ponto a estrada é um retão com uma sequência de curvas antes de passar pela ponte sobre o rio Mucuri.

Olhando assim nessa foto acima parece tranquilo, agora imagina a noite sem iluminação e sem sinalização, só fiquei sabendo da curva porque estava olhando o GPS e vi a curva desenhada no mapa.
Quando passamos pela ponte sobre o rio Mucuri ficamos com muito medo, estava cheio de buracos e muito escuro.

Mais a frente quando chegamos em uma parte com iluminação vimos uma fila de carros no acostamento, todos trocando pneus, provavelmente tudo por culpa da ponte esburacada, mas graças a Deus nosso carro passou ileso desta ponte peneira.

Ainda tínhamos mais 300 km pela frente e já passavam das 8 da noite e na Bahia a rodovia estava muito ruim, muitos trechos de subida com muitos treminhões que são caminhões que parecem trens e transportam madeira, cana de açúcar, etc.

Vejam a foto de um treminhão que achei na internet para vocês saberem o que nos esperava por quase todo trecho.

Esses treminhões atrasaram ainda mais nossa viagem, pois eu não conseguia fazer ultrapassagem e também, devido ao acidente que vimos mais cedo, eu estava receoso, até que eles saiam da rodovia para alguma estradinha secundária e mais à frente já tinham outros.

Quando chegamos em Eunápolis saímos da BR-101 e entramos na BR-367 e nessa rodovia não tinha mais os treminhões, graças as Deus, mas já era bem tarde e ainda faltavam pouco mais de 60 km para o hotel.

Foram os 60 km mais longos de nossas vidas, já passavam das 23 horas e se vocês lembram lá do início do post, nós estávamos acordados desde as 4 da madrugada e estávamos acordados a mais de 19 horas e com isso começaram a alucinações na estrada, comecei a ver caminhão pra tudo quanto é lado e quando chegava perto, ou era um poste de luz ou uma casa na beira da estrada.

Quando já estávamos em Porto Seguro vimos algo que nos assustou, já era mais de meia noite e na rua paralela ao Aeroporto logo na chegada, um grupo de pessoas com papéis na mão e pensamos ser uma blitz ou um assalto, mas não era só agentes de turismo a essa hora da noite abordando os carros oferecendo hospedagem e passeios.

Finalmente chegamos ao Hotel Fênix e já eram 0:20 do dia seguinte a nossa saída, e fomos logo fazer o check-in e pra piorar ainda mais situação não estavam achando nossa reserva, mas tudo se resolveu e nos alocaram no nosso quarto e é claro desmaiamos.

E assim terminou nossa loucura que foi essa viagem de casa até o hotel, mais de 20 horas de viagem dentro do carro, parando apenas para abastecer, lanchar e ir ao banheiro, fora os engarrafamentos.

Para ver como foram os outros dias clique nos links abaixo, um abraço e até o próximo Registro de Viagem.

1º Dia – 04/03/2011 – Na estrada / Chegada em Porto Seguro
2º Dia – 05/03/2011 – Passeio em Arraial d’Ajuda
3º Dia – 06/03/2011 – Passeio na Praia do Espelho
4º Dia – 07/03/2011 – Passeio de Barco em Santa Cruz Cabrália (Coroa Alta)
5º Dia – 08/03/2011 – Passeio em Trancoso
6º Dia – 09/03/2011 – Passeio de Barco no Recife de Fora + Centro Histórico
7º Dia – 10/03/2011 – Parque Aquático Arraial d’Ajuda Eco Parque
8º Dia – 11/03/2011 – Memorial do Descobrimento – Reserva da Jaqueira – Santa Cruz Cabrália
9º Dia – 12/03/2011 – A volta para o Rio de Janeiro

Post revisado e atualizado em:01/fev/2018

Deixe seu comentário sobre o post.
error: Registro de Viagem © 2010 - 2018